quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Do Dó ao Si


Quem teve a brilhante idéia de combinar frequências que seriam diferentemente percebidas pelo ouvido humano?

Em qual mente foi construída a noção de que algo que não podemos tocar nos tocaria de maneira tão especial?

Quem imaginou que sons teriam o poder de inspirar, acalmar, instigar, de emocionar?

Quem sugeriu que vozes, sopros e batidas seriam canais de proliferação desses sinais?

Porque somente 7? Quem pensou que poderia caber tanta coisa num intervalo tão pequeno?

Quem deu a dica que a multiplicação de 7 colocaria em escalas uma percepção de grave e agudo?

Me diga quem foi o responsável pela criação do estoque inesgotável de matéria prima para os compositores?

Quem disse que os caminhos que poderiam ser criados utilizando 7 ladrilhos produziriam trilhas imensas?

Quem por um momento percebeu que nesses caminhos andariam nossos sentimentos e emoções?

Quem decidiu quebrar o silêncio eterno e colocar sons em nossas vidas?

Como o ar ficou sabendo que ondas caminhariam através dele até atingirem corações?

Que ser bondoso criou uma linguagem universal na confusão de tantas línguas?

Quem será o autor de tudo isso?... com certeza é um artista.

3 comentários:

cintia disse...

Eh verdade Adeildo...tudo eh tao perfeito...ate os minimos detalhes foi pensado...
Adoro ler os seus textos...

Del disse...

Obrigado pelo comentário Cintia. Super abraço.

blessmusic disse...

Del,
Quando li, pareceu-me música.
Muito lindo, parabéns.
Abraço.